Página Inicial Biometria
Biometria PDF Imprimir
Escrito por José Alberto Canedo   

Biometria é o uso automatizado de características fisiológicas ou comportamentais dos seres humanos para determinar ou verificar identidade.

Uso Automatizado porque nas tecnologias biométricas, computadores e periféricos determinam a identidade através da leitura de características fisiológicas ou comportamentais, digitalização dessas informações e comparação com registros armazenados. Como o processo é automatizado é possível comparar milhares de registros por segundo e nenhuma intervenção humana é requerida.

Os seres humanos possuem uma quantidade grande de características que podem ser avaliadas em conjunto ou separadamente para determinar a identidade.

Exemplos de características físiológicas: impressões digitais, face e íris. Exemplo de características comportamentais: assinatura e voz.

As Características fisiológicas são baseadas em medidas feitas diretamente em partes do corpo humano, enquanto as características comportamentais são medidas feitas a partir de uma ação e são portanto medidas indiretas de características do corpo humano. O tempo é um elemento chave na biometria comportamental.

Características físiológicas influenciam fortemente nas características comportamentais e vice-versa. Por exemplo: a produção de voz depende do sistema vocal que é uma característica físiológica. Num exemplo contrário a captura de uma face depende da forma como o usuário olha para a câmera. A distinção fisiológico/comportamental é útil na análise de alguns aspectos de projetos de sistemas biométricos.

Determinar versus verificar uma identidade é uma distinção fundamental no uso da biometria.

Alguns sistemas biométricos são projetados para determinar a identidade de uma pessoa sem que essa pessoa declare previamente uma identidade. O uso tradicional desse tipo de sistema é em investigações de cena de crime, onde não se pode estabelecer previamente uma provável identidade. A também chamada identificação biométrica, não requer a apresentação de cartões ou senhas adicionais, sendo então bastante prática e conveniente para alguns tipos de aplicações comerciais.

Nos sistemas de verificação, uma pessoa declara previamente uma identidade, que é ou não confirmada pelo sistema biométrico.

Sistemas de identificação e verificação diferem substancialmente em termos de usabilidade, privacidade, performance e integração em sistemas existentes. Tais diferenças serão tratadas em artigo futuro.

Identidade é uma entidade única dentro do sistema automatizado, normalmente correspondendo a um indivíduo (uma pessoa). No contexto de sistemas de informação é comum um indivíduo ter várias identidades. Um indivíduo pode ter um identidade no trabalho (Alberto) e outra identidade no email (alberto@sample.com), e até mesmo associar características biométricas diferentes para cada um.

 

 

Copyright © 2010-2011 Fórum Biometria.  Todos os direitos reservados.